Frevo Ultrapassa Ciclismo e Futebol na Queima de Calorias, Revela Estudo

Um estudo realizado pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) revela que a prática do frevo, um ritmo tradicional de Pernambuco, Brasil, pode resultar em uma queima calórica superior à de atividades como ciclismo e futebol. A pesquisa, conduzida pelo Programa de Pós-graduação em Educação Física da universidade, começou em 2018 e aponta o frevo como uma alternativa promissora para quem busca melhorar a condição física e sair do sedentarismo.

A fase inicial do estudo envolveu seis bailarinos que realizaram cinco séries de danças intercaladas com períodos de descanso, mostrando um elevado gasto energético durante sessões de dança com duração aproximada de 60 minutos. Essa descoberta destaca o potencial do frevo não apenas para a queima calórica mas também para o desenvolvimento aeróbico, comparável ao jump ou à corrida.

Agora, em 2023, a pesquisa entra em uma nova fase, expandindo sua amostra para até 15 participantes e incluindo mulheres acima dos 40 anos. O objetivo é fortalecer a ideia de que o frevo pode ser uma opção eficaz e divertida para atividades físicas regulares. Os métodos incluem observações diretas das sessões de dança e análises técnicas como uso de analisadores portáteis para medir o gasto energético e coletas sanguíneas para monitoramento do lactato.

Impacto Cultural e Saúde

O projeto conta com apoio financeiro da Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (Facepe), ressaltando não só os benefícios para a saúde física mas também o valor cultural do frevo, reconhecido como patrimônio imaterial da humanidade. A iniciativa busca unir cultura e saúde, oferecendo uma maneira atrativa e eficiente de se exercitar.

Os resultados preliminares indicam melhorias significativas na saúde dos praticantes, incluindo benefícios cardiovasculares, redução de peso corporal devido ao alto gasto calórico, fortalecimento muscular em várias regiões do corpo, desenvolvimento da coordenação motora e flexibilidade. Além disso, foram observadas melhorias cognitivas associadas ao aprendizado das coreografias e benefícios psicológicos como a redução do estresse e promoção do convívio social.

Você vai gostar:  Pedal Além da Visão: Inclusão e Esporte Se Unem em Cuiabá

Com o avanço do estudo, especialistas expressam otimismo quanto ao potencial do frevo em se tornar uma parte integrante das rotinas de treinamento físico globais. Espera-se que esta pesquisa incentive a inclusão de práticas culturais como o frevo nas ofertas de atividades físicas em academias e centros esportivos ao redor do mundo.

Local Pernambuco, Brasil
Instituição Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
Descoberta Frevo queima mais calorias que ciclismo e futebol

Com informações do site Correio Braziliense.

Deixe um comentário