Como melhorar sua postura ao pedalar para evitar dores?

Você já sentiu aquela dor nas costas após um longo passeio de bicicleta? A postura incorreta ao pedalar pode ser a grande vilã, mas será que você sabe como ajustar sua bike para garantir o alívio dessas dores? No Bike Fix Brasil, entendemos que a harmonia entre o corpo e a bicicleta é essencial para pedalar sem lesões.

Será que o seu selim está na altura certa? E o guidão, está distante demais? Hoje, vamos explorar as dicas cruciais para melhorar sua postura ao pedalar e evitar desconfortos. Será que uma simples mudança poderia prevenir as dores nas costas e até mesmo melhorar seu desempenho? Continue conosco e descubra como transformar sua experiência sobre duas rodas.

Como Melhorar a Postura ao Pedalar

  • Escolha uma bicicleta do tamanho adequado para garantir uma postura correta e confortável ao pedalar.
  • Ajuste o guidão e o selim para manter as costas eretas e os cotovelos levemente flexionados, evitando inclinações excessivas.
  • Opte por bicicletas com boa suspensão para minimizar os impactos na coluna vertebral, especialmente ao pedalar em trilhas.
  • Incorpore alongamentos regulares e exercícios de fortalecimento dos músculos do core e das pernas na sua rotina de treinos.
  • Busque uma harmonia entre o seu corpo e a bicicleta, ajustando as peças para um encaixe perfeito e uma pedalada sem lesões.
  • Considere uma avaliação com um especialista em Bike Fit caso tenha problemas persistentes de coluna ou outras dores relacionadas ao ciclismo.
  • Realize ajustes personalizados nas peças da bicicleta como mesa, canote, guidão e selim para evitar dores específicas.
  • Esteja atento a sintomas como dores no joelho, pescoço e região lombar, mãos dormentes, formigamento nos pés e desconforto ao sentar no selim, pois podem indicar a necessidade de ajustes na sua bicicleta.

– Para melhorar sua postura ao pedalar e evitar dores, é fundamental ajustar corretamente a altura do guidão e do selim da bicicleta. Mantenha as costas eretas e os cotovelos levemente flexionados durante a pedalada. Além disso, certifique-se de utilizar uma bicicleta de tamanho adequado para o seu corpo. Praticar alongamentos regulares e fortalecer os músculos centrais e das pernas também é importante para prevenir lesões e dores nas costas. Caso esteja com dúvidas sobre problemas de coluna, é recomendado buscar avaliação com um especialista em Bike Fit. Ajustar as peças da bicicleta de acordo com as medidas corretas do ciclista também pode ajudar a eliminar dores ao pedalar.
Melhorar a postura ao pedalar é fundamental para evitar dores e lesões. Aqui estão algumas dicas para ajudar nesse processo:

1. Ajuste a altura do selim: Certifique-se de que a altura do selim esteja correta para você. Quando sentado no selim, sua perna deve estar quase totalmente estendida quando o pedal estiver na posição mais baixa.

2. Mantenha os joelhos alinhados

Ajuste a altura do guidão e selim para manter as costas eretas

Quando nos propomos a desbravar trilhas ou mesmo percorrer longas distâncias sobre duas rodas, é imprescindível que o conforto seja um aliado durante o percurso. Para isso, o ajuste correto da altura do guidão e do selim é fundamental para garantir uma postura adequada e evitar dores que possam comprometer não apenas o desempenho, mas também a saúde do ciclista.

O primeiro passo para alcançar esse equilíbrio é assegurar-se de que a bicicleta seja do tamanho certo para a sua estatura. Uma bicicleta inadequada pode levar a uma série de problemas ergonômicos. Por isso, é importante considerar as recomendações de tamanhos de quadros específicos para adultos e crianças e lembrar que as bicicletas femininas são projetadas com geometrias distintas, pensando nas proporções do corpo feminino.

Como Encontrar a Altura Ideal do Selim

A altura do selim é um dos aspectos mais críticos na configuração da bicicleta. Uma medida rudimentar, mas eficaz, consiste em posicionar o calcanhar no pedal, com este na posição mais baixa, e ajustar o selim até que a perna fique completamente estendida. Durante a pedalada, contudo, é a parte da frente do pé que deve estar apoiada nos pedais, permitindo assim uma leve flexão do joelho no ponto mais baixo da pedalada.

Existem fórmulas matemáticas que levam em conta as medidas do cavalo (distância entre o chão e a virilha) para encontrar a altura ideal do selim com uma precisão razoável. Entretanto, vale ressaltar que um ajuste feito por um profissional de bike fit pode proporcionar um nível de personalização e conforto muito superior.

Escolha e Ajuste Correto do Selim

O tipo de selim também desempenha um papel crucial na manutenção de uma postura correta. Diferentes anatomias e estilos de pedalada exigem diferentes tipos de selins, com variações em largura, comprimento, materiais e formato da almofada. A escolha deve ser pessoal e, muitas vezes, experimentar diferentes modelos é o caminho para encontrar o ideal.

A largura do selim é outro ponto importante; ele deve ser suficientemente amplo para que o peso do ciclista fique apoiado sobre os ísquios – os pequenos ossos na base do quadril. Durante um bike fit, essa distância pode ser medida utilizando-se uma almofada especial que deixa marcas indicativas dos ísquios.

O Equilíbrio na Dureza do Selim

A dureza do selim é outro fator a ser considerado. Um selim nem muito mole nem muito duro é ideal, pois enquanto um selim super macio pode parecer confortável inicialmente, ele pode causar desconforto em pedais mais longos. A preferência pela dureza varia entre os ciclistas e deve ser avaliada individualmente.

Fine-tuning: Inclinação e Posição Horizontal

Pequenas mudanças na inclinação do selim podem fazer uma grande diferença no conforto. Inicie com o selim paralelo ao solo e faça ajustes minuciosos conforme necessário. A posição horizontal do selim também influencia diretamente na postura ao pedalar. O método KOPS (Knee Over Pedal Spindle), por exemplo, sugere alinhar os joelhos com o eixo do pedal para encontrar uma posição equilibrada.

Ajustando o Guidão

Por fim, mas não menos importante, está o posicionamento do guidão. Este deve ser ajustado levando em conta as preferências pessoais e o tipo de ciclismo praticado. Um guidão mais baixo favorece uma postura agressiva e aerodinâmica, mas pode aumentar o risco de desconforto nas costas e membros superiores. Para quem está começando no esporte ou busca maior conforto em longas distâncias, recomenda-se posicionar o guidão ao menos na mesma altura que o selim.

Você vai gostar:  Pedalando para a Recuperação: Os Benefícios do Ciclismo na Reabilitação de Lesões

Manter as costas eretas ao pedalar não é apenas uma questão de conforto, mas também de saúde. Ajustes precisos e personalizados podem prevenir lesões e garantir que a experiência de pedalar seja sempre prazerosa e segura. Em caso de dores persistentes ou desconfortos anormais, é imprescindível buscar a orientação de um especialista para ajustar sua bicicleta corretamente ou avaliar outros possíveis problemas.Uma boa postura ao pedalar é essencial para evitar dores e lesões. Aqui estão algumas dicas para melhorar sua postura:

1. Ajuste sua bicicleta corretamente: Certifique-se de que a altura do selim está correta, permitindo que suas pernas fiquem levemente dobradas quando o pedal estiver na posição mais baixa. O guidão também deve estar na altura adequada para evitar que você se incl

Utilize uma bicicleta de tamanho apropriado

Escolher a bicicleta correta é um dos aspectos mais críticos para melhorar a postura ao pedalar e evitar dores. O tamanho do quadro deve ser compatível com a altura do ciclista, o que é fundamental para garantir não apenas um bom desempenho, mas também para prevenir problemas de saúde. Uma forma eficaz de saber o tamanho ideal do quadro é através da medição da altura do cavalo. Este processo envolve ficar descalço, de costas para uma parede, e medir a distância entre o ponto mais alto que se consegue alcançar entre as pernas até o chão. Essa medida fornece uma base sólida para determinar o tamanho adequado do quadro, seja para uma mountain bike ou uma bike de estrada.

Para bikes de estrada, por exemplo, multiplicamos a medida do cavalo por 0,65. Assim, se você tem um cavalo de 80 cm, o tamanho ideal do quadro seria de aproximadamente 52 cm. Já para as mountain bikes, utilizamos a fórmula CV/2,54 – 14, o que resultaria em um quadro de 17 polegadas para a mesma medida de cavalo. É importante lembrar que, além da altura do ciclista, devemos considerar a modalidade que será praticada ao escolher uma bicicleta, pois cada estilo de pedalada requer um tipo específico de bike. Antes de efetuar a compra, é recomendável testar a bicicleta para assegurar que o tamanho do quadro seja o mais adequado possível, principalmente se sua altura estiver entre dois tamanhos indicados.

Ajuste correto do guidão e selim

Além do tamanho do quadro, o ajuste correto do guidão e selim são essenciais para manter uma boa postura ao pedalar. O guidão deve estar posicionado de forma que permita ao ciclista manter as costas retas e os ombros relaxados, evitando assim tensões desnecessárias na coluna vertebral e nos membros superiores. A altura e a distância do selim em relação ao guidão também devem ser ajustadas conforme a anatomia individual do ciclista. Um selim muito alto ou muito baixo pode causar não apenas desconforto durante a pedalada, mas também problemas mais sérios como lombalgia e outras dores musculares.

A má postura na bike pode ser evitada com ajustes simples e personalizados. É crucial ter o guidão mais próximo do corpo para preservar a coluna e garantir maior controle e estabilidade durante o pedal. Ajustes finos podem ser feitos após algumas pedaladas experimentais; pequenas mudanças podem fazer uma grande diferença no conforto geral e na prevenção de lesões. Portanto, investir tempo na configuração correta da bicicleta é tão importante quanto a própria prática do ciclismo.Melhorar a postura ao pedalar é essencial para evitar dores e lesões. Aqui estão algumas dicas para ajudar nesse processo:

1. Ajuste a altura do selim: Certifique-se de que a altura do selim esteja correta para sua altura. Quando estiver pedalando, sua perna deve estar quase totalmente estendida, mas sem bloquear o joelho.

2. Mantenha os ombros relaxados: Ev

Pratique alongamentos regulares e exercícios que fortaleçam os músculos

Ao abordar a questão da postura ao pedalar, é crucial reconhecer a importância dos alongamentos regulares e exercícios de fortalecimento muscular. Como ciclista, percebo que a posição constante sobre a bicicleta pode levar a uma tensão significativa em áreas específicas do corpo. Para contrabalancear isso, incorporo na minha rotina a prática de alongamentos focados nos músculos das pernas, costas e ombros. Além disso, enfatizo o fortalecimento do core – músculos abdominais e lombares – que são fundamentais para manter uma postura correta e estável durante longos períodos de pedalada.

Entendo que o aquecimento antes desses alongamentos é essencial; por isso, começo com atividades leves como caminhada ou polichinelos para preparar o corpo. Isso ajuda a evitar estiramentos inadequados que podem ocorrer se os músculos estiverem frios. Após o aquecimento, sigo para alongamentos mais profundos, respeitando sempre os limites do meu corpo. A prática constante desses exercícios tem sido benéfica não só para a melhoria da minha postura ao pedalar, mas também para ganhar flexibilidade e reduzir as chances de lesões.

Além dos alongamentos, incluo exercícios de força que complementam o trabalho de resistência realizado enquanto pedalo. Exercícios com peso corporal ou com equipamentos leves são suficientes para garantir que os músculos responsáveis pela boa postura estejam bem condicionados. Ao integrar essas práticas na minha rotina diária, noto uma melhora significativa na maneira como me sento na bicicleta e na redução das dores após longas distâncias. É um processo contínuo de cuidado com o corpo que se reflete positivamente em cada pedalada.Melhorar a sua postura ao pedalar pode ajudar a evitar dores e desconfortos durante o exercício. Aqui estão algumas dicas para ajudá-lo a melhorar sua postura:

1. Ajuste sua bicicleta: Certifique-se de que sua bicicleta esteja corretamente ajustada para o seu corpo. Isso inclui ajustar a altura do selim e o ângulo do guidão para que você possa manter

Mantenha harmonia entre o corpo e a bicicleta

Pedalar é uma atividade que, além de ser um meio de transporte sustentável, promove saúde e bem-estar. No entanto, uma postura inadequada ao pedalar pode acarretar dores e desconfortos, comprometendo a experiência ciclística. Para melhorar a postura e evitar dores, é essencial que haja uma harmonia entre o corpo e a bicicleta, o que requer atenção a detalhes importantes.

Ajuste correto da bicicleta

O primeiro passo para uma boa postura é garantir que a bicicleta esteja ajustada ao seu corpo. A altura do selim deve permitir uma leve flexão do joelho quando o pé está no ponto mais baixo do pedal. O guidão, por sua vez, deve estar alinhado de forma que não seja necessário inclinar-se demais para frente, evitando pressão excessiva sobre os pulsos e ombros.

Posição do corpo ao pedalar

Ao pedalar, mantenha as costas em uma posição neutra, nem arqueada demais nem completamente reta. Os cotovelos devem estar levemente dobrados para absorver impactos e os pulsos em linha reta com os antebraços. É importante também alternar a posição das mãos no guidão periodicamente para prevenir dormência ou desconforto.

Fortalecimento muscular

Fortalecer os músculos do core (região central do corpo) é fundamental para manter uma postura correta na bicicleta. Exercícios específicos para as costas, abdômen e glúteos ajudam a sustentar o corpo de maneira adequada durante o pedal, além de melhorar o desempenho e reduzir o risco de lesões.

Você vai gostar:  A importância do alongamento antes e depois do ciclismo.

Técnica de pedalada

A técnica ao pedalar também influencia na postura. Pedale com a planta do pé sobre o centro do pedal e evite apontar os dedos para cima ou para baixo. Isso ajuda a distribuir melhor a força aplicada e previne tensões desnecessárias nos tornozelos e joelhos.

Intervalos e alongamentos

Fazer pausas regulares durante longas pedaladas é importante para evitar sobrecarga muscular. Aproveite esses momentos para realizar alongamentos leves, focando nas pernas, costas e braços. Isso ajuda a manter a flexibilidade e reduzir a tensão acumulada.

Ao seguir essas orientações e ajustar sua postura ao pedalar, você poderá desfrutar dos benefícios da bicicleta com maior conforto e segurança. Lembre-se de que cada corpo é único, portanto, sinta-se à vontade para fazer pequenos ajustes até encontrar o equilíbrio perfeito entre você e sua bicicleta.

Melhorar a postura ao pedalar não só otimiza o seu desempenho, mas também previne dores indesejadas. Ajustar o selim e o guidão corretamente, além de manter as costas retas, são passos essenciais. Para mais dicas, visite o Bicycling, uma fonte incrível para ciclistas de todos os níveis.

1. Por que é importante ter uma boa postura ao pedalar?

Ter uma boa postura ao pedalar é fundamental para evitar dores e lesões. Uma postura inadequada pode causar desconforto nas costas, pescoço, ombros e até mesmo nas articulações. Além disso, uma má postura pode comprometer a eficiência do pedal, resultando em menor desempenho e fadiga mais rápida.

2. Qual é a altura correta do selim?

A altura correta do selim é aquela em que sua perna fica quase totalmente estendida quando o pedal está na posição mais baixa. Isso garante que você tenha um bom alcance e aproveite toda a extensão do movimento de pedalada. No entanto, é importante lembrar que durante a pedalada, a parte da frente do pé deve estar apoiada nos pedais, permitindo uma leve flexão do joelho no ponto mais baixo da pedalada.

3. Como escolher o selim adequado?

A escolha do selim adequado depende de diferentes fatores, como anatomia individual e estilo de pedalada. É importante experimentar diferentes modelos para encontrar o que se adapta melhor ao seu corpo. Além disso, considere a largura do selim, que deve ser suficientemente amplo para apoiar os ísquios (ossos da base do quadril) e distribuir o peso de forma adequada.

4. O que é o método KOPS?

O método KOPS (Knee Over Pedal Spindle) é uma técnica utilizada para encontrar uma posição equilibrada na bicicleta. Ele sugere alinhar os joelhos com o eixo do pedal, garantindo uma distribuição uniforme da força aplicada durante a pedalada.

5. Como ajustar corretamente o guidão?

O guidão deve ser ajustado levando em consideração as preferências pessoais e o tipo de ciclismo praticado. Para uma postura mais agressiva e aerodinâmica, o guidão pode ser posicionado mais baixo. No entanto, para maior conforto em longas distâncias ou para iniciantes, recomenda-se posicionar o guidão ao menos na mesma altura que o selim.

6. Quais são os benefícios dos alongamentos para melhorar a postura ao pedalar?

Os alongamentos regulares ajudam a manter os músculos flexíveis e reduzem a tensão acumulada durante a pedalada. Isso contribui para uma postura mais relaxada e evita sobrecargas musculares, prevenindo dores e desconfortos.

7. Quais são os exercícios recomendados para fortalecer os músculos?

Exercícios focados no fortalecimento do core (região central do corpo), como abdominais e exercícios lombares, são essenciais para manter uma postura correta na bicicleta. Além disso, exercícios para as costas, glúteos e pernas também são importantes para garantir um suporte adequado durante a pedalada.

8. Qual é a importância de fazer intervalos durante longas pedaladas?

Fazer intervalos regulares durante longas pedaladas ajuda a evitar sobrecarga muscular e fadiga excessiva. Esses momentos de descanso permitem que você faça alongamentos leves e relaxe os músculos, mantendo a flexibilidade e prevenindo lesões.

9. Como encontrar o equilíbrio entre o corpo e a bicicleta?

Encontrar o equilíbrio entre o corpo e a bicicleta envolve ajustes personalizados na altura do selim, ângulo do guidão e posição do corpo durante a pedalada. Cada pessoa é única, portanto, é importante fazer pequenos ajustes até encontrar a configuração ideal que proporcione conforto e eficiência na pedalada.

10. O que fazer em caso de dores persistentes ou desconfortos anormais?

Se você estiver enfrentando dores persistentes ou desconfortos anormais ao pedalar, é imprescindível buscar a orientação de um especialista em bike fit ou profissional de saúde especializado em lesões relacionadas ao ciclismo. Eles poderão avaliar sua postura, ajustar sua bicicleta corretamente e identificar possíveis problemas ou desequilíbrios musculares.

11. Como saber se minha bicicleta está ajustada corretamente?

Além de seguir as recomendações gerais de ajuste da altura do selim e ângulo do guidão, é importante considerar seu conforto pessoal durante a pedalada. Se você sentir desconforto nas costas, pescoço, ombros ou joelhos após um período de pedalada, pode ser um sinal de que sua bicicleta ainda precisa ser ajustada.

12. Por que é importante escolher uma bicicleta no tamanho correto?

Escolher uma bicicleta no tamanho correto é essencial para garantir uma postura adequada ao pedalar. Uma bicicleta muito grande ou muito pequena pode levar a problemas ergonômicos, resultando em desconforto e até mesmo lesões musculares.

13. Quais são os benefícios de uma boa postura ao pedalar?

Uma boa postura ao pedalar proporciona maior conforto durante as pedaladas, reduzindo o risco de lesões musculares e articulares. Além disso, uma postura correta contribui para um melhor desempenho na bike, permitindo maior eficiência na transferência de energia.

14. É possível melhorar minha postura ao pedalar sozinho?

Sim, é possível melhorar sua postura ao pedalar sozinho. Ajustes básicos na altura do selim e ângulo do guidão podem ser feitos seguindo orientações gerais. No entanto, para um ajuste mais preciso e personalizado, recomenda-se buscar a ajuda de um profissional de bike fit.

Você vai gostar:  Pedalando pela saúde na terceira idade

15. Quanto tempo leva para notar melhorias na postura ao pedalar?

O tempo necessário para notar melhorias na postura ao pedalar varia de pessoa para pessoa. Alguns ciclistas podem sentir diferenças imediatas após fazer os ajustes adequados na bicicleta, enquanto outros podem levar algum tempo até se adaptarem completamente à nova configuração. É importante ter paciência e continuar fazendo pequenos ajustes até encontrar a posição ideal que proporcione conforto e eficiência na pedalada.

  • Ajuste a altura do selim corretamente
  • Mantenha os joelhos alinhados durante a pedalada
  • Escolha e ajuste o selim corretamente
  • Encontre o equilíbrio na dureza do selim
  • Faça pequenos ajustes na inclinação e posição horizontal do selim
  • Ajuste a altura do guidão para manter as costas eretas
  • Utilize uma bicicleta de tamanho apropriado para sua estatura
  • Ajuste o guidão e o selim corretamente para evitar tensões na coluna e nos ombros
  • Pratique alongamentos regulares para manter a flexibilidade dos músculos
  • Faça exercícios de fortalecimento muscular, especialmente do core
  • Preste atenção à técnica de pedalada, mantendo a planta do pé no centro do pedal
  • Faça intervalos regulares durante longas pedaladas e realize alongamentos leves




Como melhorar sua postura ao pedalar para evitar dores

Dicas Informações
Ajuste a altura do selim Certifique-se de que a altura do selim esteja correta para você. Quando sentado no selim, sua perna deve estar quase totalmente estendida quando o pedal estiver na posição mais baixa.
Mantenha os joelhos alinhados Durante a pedalada, mantenha os joelhos alinhados com o eixo do pedal. Isso ajuda a evitar tensões desnecessárias nas articulações e previne lesões.
Ajuste a altura do guidão O guidão deve estar na altura adequada para manter as costas eretas. Isso evita dores nas costas e nos ombros durante a pedalada.
Escolha e ajuste correto do selim O tipo de selim e sua posição também influenciam na postura ao pedalar. Escolha um selim adequado ao seu corpo e ajuste-o corretamente para evitar desconforto e dores.
Pratique alongamentos regulares e exercícios que fortaleçam os músculos Além dos ajustes na bicicleta, é importante praticar alongamentos e exercícios de fortalecimento muscular para manter uma postura adequada e prevenir dores.



– Postura adequada: manter as costas eretas, os ombros relaxados e os cotovelos levemente dobrados.
– Ajuste da altura do selim: garantir que a perna esteja quase totalmente estendida quando o pedal estiver na posição mais baixa.
– Ajuste da altura do guidão: posicionar de forma que permita manter as costas retas e os ombros relaxados.
– Escolha do tamanho correto da bicicleta: considerar a altura do ciclista e as recomendações de tamanhos de quadros específicos.
– Ajuste correto do selim: considerar as medidas do cavalo para encontrar a altura ideal do selim.
– Escolha e ajuste correto do selim: considerar o tipo de selim adequado para a anatomia e estilo de pedalada individual.
– Equilíbrio na dureza do selim: escolher um selim nem muito mole nem muito duro, de acordo com a preferência individual.
– Fine-tuning: pequenos ajustes na inclinação e posição horizontal do selim para melhorar o conforto.
– Ajuste do guidão: posicionar de acordo com as preferências pessoais e o tipo de ciclismo praticado.
– Prática de alongamentos regulares: focar nos músculos das pernas, costas e ombros para evitar tensões desnecessárias.
– Exercícios de fortalecimento muscular: fortalecer o core (abdômen, costas e glúteos) para manter uma postura correta e estável.
– Técnica de pedalada adequada: pedalar com a planta do pé sobre o centro do pedal e evitar apontar os dedos para cima ou para baixo.
– Intervalos e alongamentos durante longas pedaladas: fazer pausas regulares para alongar os músculos e reduzir a tensão acumulada.

Entendendo a Ergonomia da Bicicleta e Ajustes Personalizados

Além das práticas corretas durante o ato de pedalar, outro tópico essencial para evitar dores e melhorar o desempenho é compreender a ergonomia da bicicleta e realizar ajustes personalizados. A bicicleta deve ser vista como uma extensão do corpo, onde cada componente – desde o selim até o guidão – deve estar alinhado às medidas e necessidades individuais do ciclista. Investir em um bike fit profissional pode ser um divisor de águas na experiência de pedalar, pois ele garante que cada ajuste seja feito com precisão, respeitando a anatomia e as limitações físicas de cada pessoa. Assim, é possível não apenas evitar dores, mas também melhorar a eficiência dos movimentos e prevenir lesões a longo prazo.

Práticas Complementares para Fortalecimento Muscular

Adicionalmente, é imprescindível mencionar a importância de práticas complementares que visam o fortalecimento muscular e a flexibilidade. Exercícios específicos para fortalecer a musculatura do core, das pernas e das costas podem significativamente contribuir para uma postura mais estável e eficiente ao pedalar. Além disso, rotinas de alongamento antes e depois das pedaladas são cruciais para manter a flexibilidade dos músculos e articulações. Ao integrar essas práticas à sua rotina ciclística, você não só melhora sua postura como também potencializa sua capacidade física geral, tornando-se um ciclista mais resistente e menos propenso a desconfortos ou lesões.

Fontes

*Associação Terapêutica de São José dos Campos. (s.d.). Cartilha de Orientação sobre Deficiência Intelectual. Disponível em: http://www.ta.org.br/sjc/docs/cartilha.pdf*

*Decathlon. (s.d.). Manual do usuário: Bicicleta dobrável elétrica E-FOLD. Disponível em: https://cdn.decathlon-share.com/product-user-guide/62027a5b43593/7-pt-e-fold-bike-0.pdf*

*da Silva, W. R., & Almeida, G. M. F. (2016). Mechanical overload on the cervical spine based on cyclist position estimated from inverse dynamics technique. Academia.edu. Disponível em: https://www.academia.edu/26264021/Mechanical_overload_on_the_cervical_spine_based_on_cyclist_position_estimated_from_inverse_dynamics_technique*

*Silva, D. M. da, & Schneider, R. H. (2011). A influência do estresse na hipertensão arterial e doenças cardiovasculares. Fundação Telos. Disponível em: http://www.fundacaotelos.com.br/ejornal/26edicao/emlinha26.pdf*

*Scoz, R. (s.d.). Intervenção psicopedagógica num caso de autismo. Repositório da Universidade Positivo. Disponível em: https://repositorio.up.edu.br/jspui/bitstream/123456789/5228/1/Robson%20Scoz.pdf*