Ciclista Dylan van Baarle sofre fraturas em queda na Paris-Roubaix

O ciclista holandês Dylan van Baarle (INEOS) sofreu uma queda durante a seção de Arenberg do Paris-Roubaix no último domingo, resultando em fraturas no ombro e na mão. A corrida foi vencida pelo seu compatriota Mathieu van der Poel (Alpecin-Deceuninck), enquanto Wout van Aert, da equipe Jumbo-Visma, terminou em terceiro lugar após um acidente assustador. O relatório médico divulgado hoje revela que van Baarle também sofreu “trauma craniano e uma ferida na testa” e ficará fora da competição por algumas semanas.

Paris-Roubaix: uma das corridas mais difíceis do calendário

A Paris-Roubaix é considerada uma das corridas mais difíceis do calendário e a edição deste ano resultou em várias lesões. O eslovaco Peter Sagan (TotalEnergies), três vezes campeão mundial e vencedor do Roubaix em 2018, caiu na corrida com concussão cerebral e várias lesões, abandonando a competição. Piet Allegaert, da equipe Cofidis, entrou no protocolo de concussão cerebral da União Ciclística Internacional devido ao mesmo acidente em massa. Os belgas Guillaume van Keirsbulck (Bingoal WB) e Sébastien Grignard (Lotto-Dstny) sofreram traumas cranianos enquanto o italiano Filippo Colombo (Q36.5) deslocou um ombro. O esloveno Matej Mohoric (Bahrain-Victorious) sofreu uma ferida no braço.

Além disso, o companheiro de equipe britânico Fred Wright, que também participou da corrida, foi levado ao hospital e ainda não teve seu estado clínico divulgado. A “Rainha das Clássicas” deixou um rastro de ciclistas machucados e fora da competição.

Acidentes comuns em competições esportivas do tipo

Embora possam surgir dúvidas em relação à periculosidade da corrida e das condições em que os ciclistas competem, a Paris-Roubaix é uma corrida tradicional e bem respeitada. As lesões resultam de acidentes comuns em competições esportivas do tipo, principalmente em corridas de bicicleta onde há grande velocidade envolvida. As equipes médicas estão prontamente disponíveis para atender os feridos e as medidas de segurança são tomadas sempre que possível para minimizar quaisquer riscos associados à competição.

Você vai gostar:  Bonito 21k: Provas de Ciclismo e Corrida Movimentam Cidade Mágica

A edição 2022 da Paris-Roubaix foi marcada por vários acidentes e lesões entre os ciclistas participantes, incluindo o atual campeão Dylan van Baarle (INEOS), com fraturas no ombro e na mão, além de um trauma craniano e uma ferida na testa. Os outros ciclistas também sofreram várias lesões após quedas durante a corrida.

Ciclista Lesões
Dylan van Baarle (INEOS) Fraturas no ombro e na mão, trauma craniano e ferida na testa
Peter Sagan (TotalEnergies) Concussão cerebral e várias lesões
Piet Allegaert (Cofidis) Protocolo de concussão cerebral
Guillaume van Keirsbulck (Bingoal WB) Trauma craniano
Sébastien Grignard (Lotto-Dstny) Trauma craniano
Filippo Colombo (Q36.5) Deslocamento do ombro
Matej Mohoric (Bahrain-Victorious) Ferida no braço

A Paris-Roubaix deste ano resultou em várias lesões entre os ciclistas participantes, incluindo fraturas, concussões cerebrais, traumas cranianos e deslocamentos. Com informações do site SAPO Desporto.

Deixe um comentário