Burocracia impede Desafio de Ciclismo em Montes Claros: Evento solidário não pode acontecer devido a entraves burocráticos

A Associação de Ciclistas de Montes Claros (Aciclomoc) teve que cancelar o “3º Desafio Aciclomoc Pedaleando por el Natal” devido a um impedimento público. Sergio Coelho, presidente da organização, havia solicitado permissão à prefeitura para utilizar a calçada do Parque Sagarana, como fazia desde 2020. No entanto, não obteve resposta e teve que cancelar o evento.

Impedimento para a realização do evento

O presidente da Aciclomoc soube através do Decreto Nº 4680, divulgado na edição do jornal GAZETA de ontem, que não poderia realizar o evento. Ele afirmou ter tentado obter autorização anteriormente, mas sem sucesso. Isso impossibilitou a montagem da infraestrutura necessária para o desafio, como os banheiros portáteis, e também dificultou a promoção das inscrições.

Objetivo do evento e impacto social

O evento tem sido realizado desde 2020 com o objetivo de arrecadar cestas básicas e presentes para crianças menos favorecidas. Sergio Coelho enfatiza que a proposta é promover solidariedade, incentivar o ciclismo e estimular o trabalho em equipe. A bicicleta é vista como um meio de união dos participantes, proporcionando momentos de companheirismo e interação. O público-alvo era beneficiar 200 famílias com cestas básicas e 100 crianças com brinquedos.

Impacto na sociedade e possíveis alternativas

A realização do evento beneficiaria não apenas os membros da Aciclomoc, mas também toda a sociedade de Montes Claros, através da divulgação de uma ação solidária. Além disso, a promoção do uso de bicicletas para lazer, esporte e mobilidade urbana seria estimulada. No entanto, o impedimento enfrentado pela organização causou o cancelamento do evento.

Essa situação levanta questões sobre a falta de comunicação entre a associação e a prefeitura, além de possíveis alternativas que poderiam ter sido exploradas para contornar o problema. Sergio Coelho e a Aciclomoc esperam poder realizar o evento em outra oportunidade futura, para continuar promovendo a solidariedade e incentivando o ciclismo na região.

Você vai gostar:  Ciclista Campeã Nacional Sonha Com Medicina Após Brilhar no Esporte
Notícia Impedimento do evento Propósito do evento
A Associação de Ciclistas de Montes Claros (Aciclomoc) enfrenta um impedimento público que a impossibilitou de realizar o evento “3º Desafio Aciclomoc Pedaleando por el Natal”. O presidente da organização, Sergio Coelho, havia solicitado permissão à prefeitura para utilizar a calçada do Parque Sagarana, como fazia desde 2020. No entanto, não recebeu resposta e teve que cancelar a atividade. O propósito do evento é promover solidariedade, incentivar a prática do ciclismo e estimular o trabalho em equipe utilizando as bicicletas como meio de união dos participantes.
Na edição do jornal GAZETA de ontem, foi divulgado o Decreto Nº 4680, datado de 1º de dezembro de 2023, informando que Sergio Coelho não poderia realizar o evento. Sergio Coelho afirma ter tentado obter autorização anteriormente, mas não obteve sucesso. Por causa disso, não pôde montar a infraestrutura necessária para o desafio, como os banheiros portáteis. O evento tem como objetivo arrecadar cestas básicas e presentes para crianças menos favorecidas.
O presidente da Aciclomoc lamenta o ocorrido e acredita que tudo se deveu a uma falta de comunicação. Tentou promover as inscrições na semana anterior, sem êxito, e foi surpreendido ao passar pelo local no sábado pela manhã e ver que a rua estava fechada. O público-alvo do evento é beneficiar 200 famílias com cestas básicas e 100 crianças com brinquedos.
Sergio Coelho enfatiza que o evento promove solidariedade, incentiva o ciclismo e estimula o trabalho em equipe utilizando as bicicletas como meio de união dos participantes. O impedimento público enfrentado pela organização resultou no cancelamento do evento. A iniciativa beneficiaria todos os membros da Aciclomoc e a sociedade de Montes Claros, além de promover o uso de bicicletas para lazer, esporte e mobilidade urbana.
Diante das circunstâncias atuais, Sergio Coelho e a Aciclomoc esperam poder realizar o evento em outra oportunidade futura.
Você vai gostar:  Rio Sedia Mundial Paralímpico de Ciclismo com 260 Atletas

Com informações do site Gazeta Norte Mineira.

Deixe um comentário